O Windows 8 vem com um antivírus nativo, mas ele é bom o bastante?

Entre as novidades do Windows 8 está o Windows Defender. Mas ele não é aquele utilitário de segurança limitado das versões anteriores; nessa última, foram incorporados ao software as habilidades de antivírus do Microsoft Security Essentials. Na prática, todo mundo que instala o Windows 8 está protegido por um antivírus, o que é bem bom.

Mas qual a eficácia desse antivírus nativo? O Microsoft Security Essentials costuma se sair bem em comparativos de eficiência e, no quesito “peso” no sistema, é um dos melhores — levíssimo. Ao ser incorporado ao Windows 8, essas características foram mantidas, mas ante a mais recente leva de malwares, dos últimos seis meses, a eficiência diminuiu um pouco.

Continuar lendo

AMD reduz os preços de componentes de baixo custo

AMD reduz os preços de componentes de baixo custo

A AMD está correndo atrás dos seus prejuízos — inclusive está demitindo funcionários para isso. Uma das suas atitudes para melhorar as vendas é a de baixar os preços dos seus componentes para computadores de baixo custo e de alguns componentes, como os da série Fusion A e também os da Athlon II.

Os preços dos produtos caíram de 4,4% até 31,6%, ou seja, a queda dos preços foi bastante significativa. O objetivo da AMD com esses cortes é o de posicionar melhor a empresa antes das épocas de festas, por conta do aumento das vendas no segmento. Com isso, ela pode competir com grandes concorrentes, como a Intel.

Como os produtos vendidos aqui no Brasil são comprados no exterior, significa que os preços praticados em lojas brasileiras também vão cair. Só não há como dizer quando isso vai acontecer e qual vai ser o tamanho do corte.

Continuar lendo

Especialistas mostram entranhas do iPad mini

Como de costume, o site iFixit desmontou mais um produto da Apple. Apesar de demorar um pouco, os especialistas nesse tipo de operação tiveram acesso a uma unidade do iPad mini e sem delongas aproveitaram a oportunidade para desmontar o produto.

O iPad mini é realmente miniaturizado, a começar pelos parafusos ínfimos que dificultam a manutenção de hardware do aparelho. Apesar de diminuir os componentes, a Apple facilitou a remoção do vidro. Depois de retirar a tela, o site mostra todos os chips que ficam armazenados próximos à bateria.

Na parte traseira do dispositivo, fica claro que a diminuição dos componentes foi essencial para montar o aparelho. Tudo se encaixa perfeitamente, não há espaços vazios e até mesmo o conector de tamanho menor ajudou na inclusão de mais um alto-falante.

Continuar lendo

Regras rigorosas para a banda larga começam a valer hoje, e a Anatel está de olho

Ano passado, a Anatel aprovou regras rigorosas para a banda larga brasileira, tanto fixa quanto móvel, para garantir maior velocidade e atendimento melhor. Estas regras passam a valer hoje, para provedores com mais de 50.000 usuários.

Quando dissemos há um ano que a banda larga poderia virar serviço de excelência no Brasil, muita gente duvidou. E com razão: na época, as novas regras eram só uma promessa. Agora elas entram em vigor – e a Anatel está de olho.

A velocidade média da banda larga deverá ser de, pelo menos, 60% do contratado durante o mês. Essa exigência não existia antes. E o serviço não pode cair em 99% do tempo no mês (98% para banda larga móvel).

Além disso, a velocidade instantânea – isto é, medida em qualquer momento – deve ser de pelo menos 20% do contratado. Até ontem, todo provedor tinha que garantir só 10%. Ainda há limitações para a latência, jitter e perda de pacotes.

Mas como a Anatel vai monitorar isso? A agência vai distribuir 12.000 equipamentos para aferir a qualidade da banda larga fixa em todo o país, nos provedores: Oi, Net, Vivo, GVT, Algar (CTBC), Embratel, Sercomtel e Cabo.

Continuar lendo

Página do novo Megaupload é colocada no ar

Página do novo Megaupload é colocada no ar

O fundador do controverso Megaupload, Kim Dotcom, colocou no ar o site do sucessor da finada página. “Nós prometemos, nós cumprimos”, diz a frase de efeito estampada no novo Mega, bem ao estilo Dotcom. Caso você repouse o mouse sobre a logo do novo serviço, há ainda uma promessa: “No dia 20 de janeiro, este botão vai mudar o mundo”.

Continuar lendo

O ponto central da internet nos EUA

Por mais que todo mundo prefira acreditar que a internet simplesmente acontece, o fato é que ela compreende uma infraestrutura física gigantesca. Em um trecho exclusivo do seu novo livro, Tubes, Andrew Blum nos leva em um passeio pelo refúgio mais importante da internet dos Estados Unidos.

Ashsburn na Virginia é uma cidade pequena que as pessoas que trabalham com internet acreditam ser uma cidade gigante. Elas jogam “Ashburn” várias vezes na mesma frase como se estivessem falando de Londres ou Tóquio. A razão para isso está atrás do hotel Embassy Suites em um conjunto de edifícios que passa despercebido, pertencente a uma empresa chamada Equinix. A internet funciona porque todas as redes são conectadas a outras de alguma maneira. Onde essas conexões acontecem fisicamente? Mais do que em qualquer outro lugar nos Estados Unidos, a resposta é “Ashburn”. Este é o centro da internet americana.

Continuar lendo

O Facebook está testando uma nova Timeline — mais organizada em uma só coluna

Houve quem resistisse bravamente e ainda hoje muitos a usam a contragosto por não ter mais opção, mas a Timeline do Facebook veio para ficar. A apresentação dos perfis de usuário com uma capa no topo e atividades “sem fricção” permeando atualizações de status e fotos é bem bonita, embora um pouco confusa. Para resolver isso, ela irá mudar — de novo.

Mas dessa vez a mudança é para colocar ordem na casa. De acordo com o InsideFacebook, a rede social está testando um novo layout para a Timeline. Em vez de duas colunas de largura idêntica, o novo design traz uma à esquerda maior, com conteúdo publicado diretamente pelo usuário e que se estende até o seu nascimento, e outra menor, à direita, concentrando as fotos do Instagram, os check-ins do foursquare, as curtidas e toda essa gama de conteúdo automatizado e/ou importado de outros locais.

Sentiu a diferença? No modelo atual essas duas coisas se misturam e, embora visualmente o resultado seja bem atraente, causam uma confusão danada. Vez ou outra não dá para saber qual evento aconteceu primeiro, algumas atualizações se repetem e por aí vai. No novo, a linha do tempo ocupa apenas uma coluna, a da esquerda, em ordem cronológica. Como deveria ter sido desde sempre, aliás.

O Facebook confirmou que está testando esse redesign, mas não disse quando ou mesmo se o estenderá a todos os usuários. Tomara que sim, e que não demore.

Continuar lendo